domingo, 14 de setembro de 2008

Homenagens! =**

Olá pessoal. Bom, como único post do fim de semana serei bem breve. Primeiro queria fazer um elogio ao programa zoom da Tv Cultura, que demosntrou á influência de Osamu Tezuka como o pioneiro no mundo do animê e mangá. Além disso o programa falou um pouco de Akira Kurosawa que merece mais destaque neste post.
Akira kurosawa não é muito aclamado dentro do Japão, entretanto fora dele...
Ele foi o responsável por projetar o cinema nipônico internacionalmente. Entre ás obras estão: Rashmon(1950) , vencedor do Leão de Ouro no festival de Veneza e vencedor do oscar de melhor filme estrangeiro; "Shichinin no Samurai" Os sete samurais(1954); Dersu Uzala(1975); Kagemusha(1980); Ran(1985), uma adaptação do Rei Lear, de William Shakespeare; Sonhos(1990). Dentre outros sucessos. Akira recebeu um Oscar pelo conjunto da obra em 1990. E ganhou diversos outros prêmios.


Um curta metragem apresentado no programa (o cuta chamado Tori, Andréa Midori e Quelany Vicente) retrata uma família de descendentes japoneses e tem como protagonista uma menina mto Kawaii. Ao meu ver, ela se espelha em um pássaro para passar por cima de situações que não a agradam muito. Fica á dica : Tori.

Depois de ver o blog da minha amiga Deh, me senti mto comovido. Pois ela escreveu sobre o ex-guitarrista do X-Japan Hideto Matsumoto ou apenas Hide. Que se tornou um ícone no mundo J-Rock. Trarei na sequência o comentário que eu fiz no blog:http://ankoy-te.blogspot.com.

"O Hide é para mtos um divisor de águas no mundo pop nipônico. Causava excitação só pela sua presença. A música, talvez fosse a única maneira de viver deste sagitariano. Faz 10 anos da morte do Matsumoto. Faz 10 anos que mtos ainda estão de luto. E por isso...

Compartilho com vc esse minuto!
=**


Hide.






Um comentário:

Deh disse...

Hideto deveria ser usado por mtos como exemplo... não em sua morte, mas enquanto esteve vivo.
Vamos esquecer que ele não se encontra mais nesse plano e apenas ver e nos alegrar com seus trabalhos. Acredito que ele não gostaría do nosso sofrimento.


Gostei do seu post. Bem trabalhado ^^
=**