quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Fanservice. Good or bad ?

Olá, olá estou eu de novo postando sobre a cultura pop nipônica, nunca se esquecendo de fazer um leve paralelo com a nossa cultura. Hoje pretendo falar sobre os fanservice (termo usado para descrever os mangás/animes com temas que têm como conteúdo uma sexualidade mais sob evidência), tão cultuado por alguns, tao odiado por outros.
Imagina só, um dia vc compra um mangá para uma criança e, por uma obra do destino, vc não vê a idade permitida para ler o conteúdo do próprio. Porém, antes de vc entregar o presente, vc repara neste seu equívoco. O que vc faz?
Muitas pessoas que gostam e apreciam a leitura do mangá pedirá para trocar, o mesmo. Entretanto mtos acharão um exagero colocar essa idade para o mangá e não hesitará em entregar para a criança lê-lo.
Vejam só, não quero defender nenhum dos 2 lados. Entretanto acho plausível a discussão do tema e por isso tentarei colocar o que eu penso a respeito.

Conforme já foi nos convencido pela mídia visual, a censura em determinados animes é deverás exagerada. Tá certo que há todo um pré-requisito para colocar sob evidência o título de: faixa etária livre. Mas, mtos os cortes são exagerados! Podemos aqui apontar as razões: que o anime comprado é primeiramente editado fora do japão, provavelmente nos Estados Unidos, e depois vêm para cá; podemos falar que o imediatismo de algumas emissoras de tvs que querem uma audiência no horário matinal de qualquer jeito possível; também podemos citar que alguns animes, simplesmente, não são para crianças. Assim, como os mangás...

Essa imagem de tenjou Tenge reflete bem o que é um fanservice. Normalmente o mangaká usa de situações comprometedoras que incitam a sexualidade das personagens, deixando-as nítidamente com o corpo esculpido diante de nossos olhos. Diferente do hentai que é especializado no tema erótico/sexual, o mangá ou anime com a tendência em ser um fanservice usará esses recursos para provocar os personagens. Provocará também no leitor uma repugnância ou curiosidade. Há vários títulos com este rótulo, inclusive dedicados ao público feminino. Só que este, têm características diferentes, pois os personagens não insinuam ''sexualmente'' e sim apenas "flertam", digamos assim. A maneira como é lidada no mercado nacional esses tipos de mangás/animes são, no mínimo, lamentável. Pois eles se beiram em uma moral já perdida há mto tempo, mas indiferente disso esses animes/mangás são simplesmente retalhados para se adequar ao público que eles acham que abrange um nicho maior. O direito de escolha não existe quando há censura, pois se eu não gosto de fanservices, pra mim tá td bem. Entretanto, se eu acho que é útil para me entreter eu simplesmente tenho que apelar para os fansubs, que dão o devido apoio para continuar cultuando esses tipos de animes/mangás.

Quando o paralelo do bom senso e do apelo comercial for plausivel, talvez possamos ter escolhas. Sem censura. E com mto à dizer ...

Sayonara!!! ^^

3 comentários:

Deh disse...

Só uma coisa a dizer:

eu gosto :D



*fanservice j-rock* s2

xD

Alguém disse...

Fanservice Rulez Man!!!

;D

Dário ¨Juninho¨ disse...

não conheço muito..mas as imagens são sempre bem legais rs